AltoQi

Novo recurso de importação IFC – Parte 1

Escrito em 07 de fev de 2018 por: , na categoria: Em desenvolvimento, Recurso novo, Release 1

A evolução e adesão do conceito BIM estão cada vez mais presentes na realidade dos projetistas de instalações prediais. Porém, sua aplicação em projetos vem acompanhada de mudanças de processos e conceitos no fluxo de trabalho.

Há uma quebra de paradigma, no qual atualmente prevalece o modelo 2D como única referência, para uma nova forma alinhada a uma representação mais realista e integrada da edificação em três dimensões representando todas as disciplinas.

Alinhado a evolução continua do fluxo de projeto em BIM e a integração entre todas as disciplinas da edificação, estamos desenvolvendo a importação de arquivos IFC que permitirá ao projetista maior assertividade na aplicação do workflow BIM, considerando em três dimensões dentro da plataforma QiBuilder Next disciplinas desenvolvidas em outras ferramentas BIM.

Esse recurso permitirá importar os modelos das disciplinas envolvidas, com destaque para importação do modelo arquitetônico, que proporcionará maior assertividade nos lançamentos, identificação de inconsistências, tomadas de decisão e na resolução de problemas ainda na fase de concepção dos projetos no QiBuilder, tornando muito mais preciso e realista o projeto, se comparado ao uso do desenho da arquitetura em 2D como referência.

Nessa primeira etapa prevista para versão 2018 – 02 o projetista poderá efetuar a importação do modelo IFC externo e ao gerar a visualização 3D o modelo interno do QiBuilder estará integrado com o modelo externo importado, proporcionado uma análise conjunta dos projetos envolvidos.

Figura 1 – Importação do modelo IFC

Na etapa futura de desenvolvimento desse recurso será previsto que a partir da importação do modelo IFC da arquitetura, que o mesmo seja utilizado como referência para o lançamento dos elementos dos projetos sendo uma alternativa a importação dos desenhos 2D da arquitetura, podendo ser utilizado no croqui do pavimento (2D) e na visualização 3D, além de ser útil no desenvolvimento de outros recursos como análise automática de interferências (Clash) e colaboração através de arquivos BCF ( BIM Collaboration Format).

Devido a complexidade do recurso e a diversidade de elementos que compõem o modelo IFC, pode ocorrer  nessa primeira etapa que alguns elementos do modelo importado não sejam reconhecidos, nesse caso é recomendável o envio do arquivo IFC em questão, para que seja possível efetuar o mapeamento desses elementos afim de ajustar no desenvolvimento das próximas etapas do recurso a importação do modelo de forma mais completa possível.

Se você gostou do conteúdo acima leia também

Comentários

4 respostas para “Novo recurso de importação IFC – Parte 1”

  1. VITOR SCAVACINI DE FREITAS disse:

    Ótima noticia! Estamos esperando ansiosos pela ferramenta que possibilite importar os projetos arquitetônicos em IFC no QiBuilder.

    Agora uma sugestão para ser adicionada ao QiBuilder é modificar o comando “Andar” na visualização em 3D. Esse mesmo comando no ArchiCAD, por exemplo, funciona muito melhor, pois em vez de funcionar com cliques no mouse ele é direcionado com as teclas W, A, S, D, C, Shift, Espaço. Onde:
    W = segue em frente
    S = segue para trás
    A = segue para esquerda
    D = segue para direita
    C = abaixa o plano de visualização
    Espaço = aumenta o plano de visualização
    Shift = aumenta a velocidade do “Andar”

    Agora com a importação de elementos arquitetônicos em 3D, será altamente útil o comando “Andar” para ver certos detalhes de compatibilização de projeto, e precisaremos de uma ferramenta mais precisa de manipulação do 3D.

  2. […] cada vez mais o fluxo de projetos em BIM utilizando as soluções de interoperabilidade de importação e exportação IFC, encontra-se em desenvolvimento um recurso que permite efetuar a representação […]

  3. […] release 1 do QiBuilder Next foi liberado a primeira parte do importador de modelos BIM IFC. Com o objetivo de dar continuidade ao processo de interoperabilidade BIM, foi implementado neste […]

Deixe uma resposta